Gestlife

Barriga de aluguel Grécia

Gestação de substituição na Grécia

Gestação de substituição na Grécia

Barriga de aluguel na Grecia

Situação legal de gestação de substituição na Grécia

Agência de gestação de Substituição Grécia


A GRÉCIA é um país que tem a sua própria legislação sobre gestação de substituição desde 2002. No entanto, foi em Julho de 2014 quando a porta foi aberta aos cidadãos estrangeiros, sem exigir que fossem residentes no país, tanto para os pais comitentes para as gestantes. Somente é necessário que uma das partes tenha residência temporária. Atualmente, somos o único grupo empresarial dedicado à Reprodução Assistida com escritório próprio naquele país, desde 2015.

Desde 2002, a gestação de substituição na Grécia é legal e altruísta, após uma decisão especial do tribunal constitucional. Todos os outros tipos de gestação de substituição são proibidos.

A barriga de aluguel tradicional, comercial e social é explicitamente proibida na Grécia pela lei da gestação de substituição.

Esta informação é um resumo indicativo da legislação do seu país em matéria de filiação. Recomendamos que não tome qualquer medida sem primeiro falar com um dos nossos consultores jurídicos. A empresa não é responsável por ações que alguém possa tomar sozinha sem o conselho direto dos nossos advogados.
Barriga de aluguel grecia


Gestação de Substituição Grécia


A GRÉCIA permite que cidadãos estrangeiros realizem processos de gestação de substituição desde 2004, desde que uma das partes tenha residência temporária.

A GRÉCIA oferece a vantagem de obter uma sentença judicial decorrente da gestação de substituição, que junto com a certidão de nascimento, é emitida com o nome dos pais de intenção como pais da criança. Essa segurança jurídica é muito importante para países como Espanha e Portugal, que com a sentença em mãos aceita sem criar qualquer dificuldade a inscrição civil (filiação) da criança a nome dos pais comitentes. Algumas agências, principalmente as que trabalham com a gestação de substituição nos EUA, têm a Grécia como concorrente direta e por isso desacreditam que seja possível realizar no país europeu um processo seguro de barriga de aluguel. Ponto positivo é que a Grécia faz parte do espaço Schengen, o que significa que as famílias europeias não precisam atravessar fronteiras com o bebê.

Na GRÉCIA é obrigatório demonstrar que existe a impossibilidade de levar a cabo a gravidez, ou que existe um risco grave para a saúde da mãe comitente caso ela engravide. Além disso, a mãe de intenção não pode ter mais de 50 anos no momento do julgamento.

Barriga de aluguel grecia

Na GRÉCIA oferecemos programas de gestação de substituição com uma transferência embrionária. Se após essa transferência a gestante não ficar grávida, o processo segue adiante, porém novas transferências não estão incluídas no custo fixado do programa.

A escassez de gestantes (similar aos EUA), os limites legais que impedem uma justa compensação ou uma astronômica compensação como as que podem receber nos EUA fizeram que GESTLIFE selecionasse gestantes de origem russa. Nosso departamento de seleção e acompanhamento de gestantes da filial Gestlife Rússia cuida das gestantes que realizam o processo na Grécia.

Dessa forma, todos requisitos legais são cumpridos, sem desencadear artificialmente o preço do programa. Como GESTLIFE cuida de todo o processo com nossa filial grega e russa, não deve haver preocupação para as famílias sobre a origem da gestante.

Tudo isso, estudado e legal, é realizado para viabilizar que o processo seja realizado para famílias de todo mundo.

Barriga de aluguel Grecia

1. Lei na Grécia sobre a gestação de substituição

A gestação sub-rogada na Grécia é regulada pelo artigo 1458 do Código Civil grego introduzido pelo artigo 8º da Lei 3089/2002:

Três anos após a regulamentação da barriga de aluguel na Grécia, foi introduzida a Lei 3305/2005 ("Imposição da Reprodução Assistida Medicamente"). A lei regula mais detalhadamente a reprodução assistida e a gestação de substituição.

Neste país, a gestacao de substituicao somente pode ser realizada para:
• Casais heterossexuais (casados ou não);
• Mulheres solteiras.
Casais homossexuais e homens solteiros, injustamente, foram excluídos pelo legislador grego.



Barriga de aluguel Grecia

2. Requisitos para a Gestação de Substituição na Grécia

A fim de realizar um processo de gestação de substituição na Grécia, é necessário obter uma autorização judicial. A autorização legal do juizado, que reconhece o direito a realizar a gestação de substituição, considerará as seguinte condições: • A mãe comitente (futura mãe) deve fornecer um atestado médico da Seguridade Social que comprove sua incapacidade de levar a cabo uma gravidez ou o risco que devido ao risco que supõe para sua saúde ficar grávida; • A mãe comitente não terá mais de 50 anos no momento do julgamento • A gestante não pode fornecer os óvulos O processo de gestação por substituição na Grécia é altruísta, porém isso não significa que a gestante não recebe uma compensação, além dos gastos médicos. A lei prevê que ela receba uma compensação pelos meses que há cessado de trabalhar e pelos inconvenientes. A gestante não pode desistir, pois todos os direitos são conferidos ao pais comitentes.

Barriga de aluguel Grecia

3. Quanto custa a Gestação de Substituição na Grécia

Na Grécia, o preço inicial de um programa de uma gestação de substituição é de €78.000. O preço da barriga de aluguel na Grécia também varia dependendo da dificuldade de encontrar gestantes, uma vez que estas costumam pedir quantidades que não estão de acordo com a lei. A solução que encontramos, dentro da legalidade, é que a gestante seja russa e sigam os limites da lei.

Vantagens e inconvenientes da gestação de substituição na Grécia


Vantagens
Os programas de gestação de substituição têm sido legalmente implementados na Grécia desde 2004. Em 2014 a lei foi modificada, estendendo a possibilidade para que estrangeiros possam realizar um processo de gestação de substituição.
Para Portugal, estamos dentro do espaço Schengen, por isso, quando nos deslocamos com o bebê, não atravessamos fronteiras.
É um país europeu, próximo e semelhante ao nosso. O tempo de voo é de 3 horas e 40 minutos.
No processo de gestação sub-rogada na Grécia, é realizado um procedimento judicial, antes do processo de fertilização in vitro, após o qual a gestante já não pode desistir.
Para o processo de barriga de aluguel na Grécia, as crianças são registradas no consulado do respectivo país com a certidão de nascimento grega e a decisão do tribunal. Atenção: outras agências dirão que a Grécia não é segura simplesmente por ser uma grande concorrente dos EUA..
Após o processo de barriga solidaria na Grécia, ambos os pais são reconhecidos como pais desde o primeiro momento.
Após o processo de barriga de aluguel na Grécia, os pais podem disfrutar imediatamente da licença de paternidade e maternidade.
A estadia no país para buscar o bebê é inferior a 4-5 semanas.
Comentários
Existe uma grande carência de gestantes gregas, uma vez que estas exigem quantidades não conformes à lei. Isto torna necessário o uso de gestantes russas, que cumprem os limites estabelecidos pela lei, para a gestação de substituição, evitando assim a participação de um crime.
A mãe comitente não pode ter mais de 50 anos de idade no momento do juízo.).
Para o processo de gestação de substituição na Grécia a mãe comitente deve provar com um certificado médico que não pode levar a cabo a gestação de uma criança, ou que representa um risco grave para a sua saúde.

Quer mais alguma informação?

Te ajudamos sem compromisso






A paternidade mudou nossas vidas. Houve um antes e um depois. E o depois foi muito melhor. Assim que sem dúvida começamos há anos essa jornada de fazer real o irreal, possível o impossível. Hoje somos mais de 150 profissionais em 7 países.


Redes sociais